Shaaman invoca o demônio da depressão no clipe “More”


Por: Jorge Papa

No dia 04 de Agosto o Shaaman estava aqui pela MTV para a estréia do novo clipe, "More", no Pulso. Em uma entrevista exclusiva ao mtv.com.br, o vocalista André Mattos (sic) explora a temática por trás do novo e elaborado trabalho, e se mostrou bastante satisfeito com o resultado do álbum, "Reason".


 
mtv.com.br: Qual e a idéia por trás do clipe da faixa "More"?

A musica fala de depressão, de alguém que não reage e não acorda para a vida. O clipe tem um visual dark, um ambiente escuro onde a banda está tocando. Gravamos tudo numa construção abandonada, tocando dentro de um andaime. Essas imagens da banda têm um contraponto com a história da menina, uma modelo linda que fica cada vez mais feia. A gente começa a estragar a menina, brotam nela todos os tipos de anomalias possíveis. Espinhos começam a nascer na mão, na cara, nas costas. Ela sofre vários rasgos enormes na pele, feridas que aparecem do nada, ela começa a incorporar algum ser demoníaco. Evoca um pouco o tema do exorcismo.

mtv.com.br: Mas o que dá início à essa metamorfose demoníaca?

Ela tá tão deprimida que os demônios têm espaço para se apoderar da cabeça dela. A história termina de uma maneira trágica. Aproveitamos bem a temática da música para mostrar o demônio que todos temos dentro de nós. O roteiro foi proposto pelo Afonso (diretor), e fomos dando umas pinceladas aos poucos de acordo com o que acreditávamos..

mtv.com.br: O visual também ficou bastante elaborado.

O visual ficou de clipe gringo. Era o que queríamos, ate mesmo porque isso vai ser exibido lá for a pra caramba. Japão, Europa…

mtv.com.br: Em conjunto com a turnê?

Nós vamos no final de agosto pra a América do Sul e depois para Europa. Em novembro, Japão possivelmente.

mtv.com.br: Qual e o caminho que a banda esta traçando com o novo álbum, bastante diferente de "Ritual"?

Caminho básico, cara, não queremos ser rotulados de forma alguma. Estamos fazendo um som pesado, calcado mesmo na sonoridade da banda. Tudo foi gravado em sistema analógico, tem um som quente, e todos os instrumentos são de verdade. Não tem sampler. Crescemos ouvindo banda metal dos anos 80, e é isso que curtimos. As influências vêm disso, Judas Priest, Deep Purple, Iron Maiden, Metallic, e em cima tem uma leitura moderna de arranjo. Incluímos alguns elementos eletrônicos novos no meio e ainda temos uma grande influência clássica de orquestra, como piano acústico. Nós gostamos de misturar muito, mas a essência é intocável, uma banda de heavy metal. Hoje em dia, não da pra rotular o Shaaman de metal melódico, power metal, speedy metal. A gente se considera uma banda de metal, sem rótulos, e para que isso fosse concretizado, precisávamos mudar.

mtv.com.br: E como está sendo a aceitação de "Reason" entre os fãs mais fieis do primeiro trabalho?

Estávamos ansiosos quanto a isso, mas sabíamos que tínhamos que enfrentar essa risco porque era fundamental para o nosso desenvolvimento. Não queremos ficar repetindo a mesma merda, a mesma fórmula.. Isso leva a uma carreira curta, uma banda cai no ostracismo e não consegue fazer mais nada diferente. Chocar um pouco de início quem esperava algo igual ao primeiro CD foi um passo ousado, mas necessário. Era uma questão de tempo para as pessoas assimilar, incorporar, e entender. A partir do momento que isso aconteceu, a galera tá pirando no CD, e a gente tem visto isso nos shows. A resposta foi muito mais imediata do que com o primeiro.


 

About Janus

Janus Aureus is my recently-inaugurated personal blog (written in portuguese, but with some texts in english as well). Fiore Rouge is my old (but still very active - in fact, more than Janus :P) blog (I started it back in 2005). Mentalize is a fan-made website (since 2005). if you wish to contact me for any reason, visit my blog and leave a comment OR see email above (top left) - no, my name's not Andre - actually, I'm not even a guy! LOL Long story... O Janus Aureus é meu blog pessoal - escrito em português - ainda sem muito conteúdo, pois foi começado no final de dezembro de 2011. Já o Mentalize foi aberto em 2005 e está escrito em várias línguas *rs* Privilegio o uso do inglês ali porque o pessoal estrangeiro não tem muitas informações sobre o AM. Quem quiser entrar em contato comigo por qualquer motivo, deixe um comentário nos meus blogs ou use o email que está aí em cima à esquerda (e não, eu não sou o Andre - aliás, sou mulher!).

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s