Resenha do show de Porto Alegre pelo fã Felipe (aka Rainy Nights)


 
"Depois de um tempo na fila, tinha chegado a hora da abertura dos portões, mas nós achamos estranho…nós nos perguntávamos "cadê o som da passagem de som? será que a acústica da casa é excelente a ponto de não ouvir nada?" engano nosso…
O ônibus com os equipamentos chegou somente as 18hs…causando um extremo desconforto de quem estava na fila…porque atrasou demais…logo depois desce da van e do ônibus…Andre Matos,Hugo e o Fábio Ribeiro…e também Nando Fernandes,Fábio Laguna e Eduardo Martinez, meus amigos me abandonaram na fila pra ir tietar a rapaziada…eu realmente fiquei chateado, nem perguntaram se eu queria ir, depois de ter tietado o máximo que conseguiram…meus amigos falaram "quer ir lá tirar uma foto?" eu disse "não,pq eles já foram embora ¬¬" depois conversamos com uns caras legais na fila, inclusive tinha um cara que adorava Galneryus (HÁ!!) mas no mais fiquei conversando com uns caras bem legais, e o melhor da fila foi quando uma velha (um pouco "tarada"e que aparentava ter uns 60 ou 70 anos) ficava querendo tirar fotos com guris cabeludos (ainda bem que ela não veio pra minha volta HAHAHAHAHHAH!!) e depois da demora pra abrir os portões ela deu um gruto "ABRE LOGO ESSA MERDA CARALHO!!!" o pessoal realmente adorou isso!! ficou ovacionando a tiazona….depois logo ficamos sabendo de uma péssima notícia, a Magician a banda que iria abrir a noite, não iria mais tocar no festival…uma pena…enfim…

(Devem de estar pensando, puta merda, como esse guri é enrolão, mas agora sim, vem o principal!)

Em torno das 23hs abriram (FINALMENTE!!) os portões, depois de uma lenta entrada na casa (era muita gente, a porta era muito pequena e poucos seguranças e a pressa das pessoas pra ver o show era imensa) depois da entrada o pessoal foi se "acomodando" nos seus lugares e foi muito engraçado ver o Fábio Ribeiro arrumando o teclado dele e do Laguna, teve uma hora que um puta barulhão que chegava a doer os ouvidos e o pessoal pedia "MAIS UM, MAIS UM", logo depois da arrumação os djs colocaram umas músicas muito estranhas, bandas que eu nunca ouvi na vida, e muita gente…também não!

 
Mas não demorou muito pro Hangar abrir os trabalhos da noite! (ou do início da madrugada) começaram com Hastiness, botou a casa abaixo (ALELUIA O SHOW COMEÇOU! depois de 4 horas de atraso), após eles executarem algumas músicas, e alguns discursos e pedidos de desculpas pelo atraso do show (do que iria adiantar? eu queria ver o cast completo, Magician, Hangar e Andre Matos) no meio de música o Nando deu um mosh! Foi legal demais! (mas da próxima vez que ele for dar um mosh que não pule com microfone na mão, pq ele me acertou uma microfonada no rosto! xD). No mais, o que posso dizer do Hangar é o seguinte, a banda funciona melhor ao vivo que no estúdio! A banda é muito boa e o Nando F. tem um dos melhores vocais do Brasil e quem sabe do Mundo! O cara é super humilde! Só achei que o único momento ruim do show, foi a cagada que o Martinez fez no solo de guitarra no clássico da banda, ficou muito BIZONHO! Nota do show: 9 (se não tivesse errado o solo teria sido 10!)

Depois do excelente show do Hangar, eu já estava cansado! Pulei e cantei demais no show do Hangar! Isso se tornou um problema porque não agitei muito no show do Andre Matos! As pernas já estavam duras, os pés mal conseguiam dobrar e o sono estava começando a aparecer…mas

AGORA VAMOS O QUE INTERESSA!!!!

Era 1 e alguma coisa da manhã…quando vê se ouve o som da abertura do TTBF, o pessoal vai a loucura…de repente o pessoal da banda do Andre entra no palco e começa a executar Letting Go! O pessoal vai ao delírio, mas a falha no microfone do Andre faz com que a música perca um pouco do seu brilho, mas nada de grave, pois pelo menos eu ouvia ele cantar (AHAHAHAHAHH COMO EU SOU MAL!ZUANDO QUEM NÃO OUVIU!!) depois tocaram Rio (poxa eu comecei a prestar bastante atenção no Eloy executando a música e pensei "cara esse guri não é humano"…), depois Looking Back (essa música eu aproveitei pra descansar porque ela não era das mais agitadas então, fiquei de cabeça baixa tentando relaxar um pouco…depois o Andre começou a tocar as músicas mais antigas como Living for the Night junto com A Cry From the Edge (tá certo? a essa hora da madrugada não me recordo bem dos nomes de algumas músicas, se tiver erros me perdoem!) e o que eu achei interessante e legal por parte do Andre ter chamado o vocal da Magician pra ter cantado a A Cry From the Edge! 

 
Ouvi comentários tipo "Olha lá o vocal da Magician chorando" (talvez eu choraria pelo Andre ter feito um convite desses, já que não é todo dia que alguém faz um convite desses)! Um ponto alto do show que eu quero comentar é o solo de bateria, o Eloy detona, logo que ele pegar mais experiência, sem dúvida nenhuma ele será o melhor baterista do mundo! O guri realmente arrebenta!
 
Depois de executarem solos de guitarra…(esse realmente poderia ter ficado de fora…não gostei muito mas enfim..) tocaram mais algumas músicas antigas como Carry On, Nothing to Say, Turn Away, Fairy Tale, Distant Thunder…e também algumas "brincadeiras" com a platéia tipo "o que eu cantar voces cantam" aquele…ser de uma barriga extremamente grande (HAHAHAHAHAHAH brincadeira, foi só uma vingança pelo que ele fez conosco) soltou aqueles agudos magnânimos dele…e mandou que nós fizessemos aquilo (mas como eu vou gritar por tanto tempo sendo que eu tava cansado e sem voz? só ele mesmo…) e o mais impressionante é que teve gente que conseguiu soltar um grito tão longo quanto ao do Andre…bom…depois de tudo isso chegou a hora do adeus…eles novamente (sim em 2007 tocaram Endeavour também) tocaram Endeavour…Sério, por mais que a música e aquele final de um a um saindo fosse manjado me deu um arrepio! Muito boa a música!

Depois do término do show ainda fui conversar um pouco com meu amigo Francis que é batera do Scelerata – ele além de tocar muito é muito gente fina e humilde! (sem puxa-saquismo!) quando eu estava saindo da casa de shows encontrei o Nando Fernandes lá! Só o agradeci pelo grandioso show e o elogiei por ser um exímio vocalista! Depois disso fiquei lá na rua esperando meu pai chegar pra eu ir embora e nisso já eram 5 da manhã…eu já estava podre de cansado pensando numa coisa só: DORMIR!

Nota pro show do Andre: 8,5 (o show estava ótimo, tirando os solos de guitarra que foram sem graça e desnecessários e fora a infelicidade das falhas no microfone e nas guitarras algumas vezes)

Então pessoal, desculpa a demora pra eu postar esse "pequeno review", mas eu não sabia exatamente com que palavras escrever, se este review tiver ficado ruim, perdão, não sou um excelente escritor, só quis ter dado um pouco da idéia de como foi o antes, durante e depois do show!

é isso ae!

FELIPE"

 

About Janus

Janus Aureus is my recently-inaugurated personal blog (written in portuguese, but with some texts in english as well). Fiore Rouge is my old (but still very active - in fact, more than Janus :P) blog (I started it back in 2005). Mentalize is a fan-made website (since 2005). if you wish to contact me for any reason, visit my blog and leave a comment OR see email above (top left) - no, my name's not Andre - actually, I'm not even a guy! LOL Long story... O Janus Aureus é meu blog pessoal - escrito em português - ainda sem muito conteúdo, pois foi começado no final de dezembro de 2011. Já o Mentalize foi aberto em 2005 e está escrito em várias línguas *rs* Privilegio o uso do inglês ali porque o pessoal estrangeiro não tem muitas informações sobre o AM. Quem quiser entrar em contato comigo por qualquer motivo, deixe um comentário nos meus blogs ou use o email que está aí em cima à esquerda (e não, eu não sou o Andre - aliás, sou mulher!).

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s