Andre Matos em Porto Alegre (18/12/2007)


Os fãs começaram a chegar cedo, por volta do meio dia já tinha gente na fila.

A noite foi chegando e o tempo foi se armando para chuva, eis que ela da o ar da graça 1 hora antes dos portões se abrirem. A correria foi grande, todo mundo queria um abrigo, sorte que no bar havia uma tenda, a maioria se dirigiu para debaixo dela.

Por volta das 21h45min os portões abriram, depois foi só esperar mais 1 hora que mais parecia uma eternidade para os fãs. A banda gaúcha Hibria abriu a noite em grande estilo, mostrando que não estava ali para abrir a noite, mas sim fazer um show completo e excelente. Contando com um dos melhores vocalistas da atualidade, a banda esbanjou técnica e carisma, prestes a lançar o novo CD, os fãs da Hibria puderam conferir três musicas nova, e um vídeo clipe inédito que contou com uma super produção.

Encerrada a apresentação da Hibria com problemas no baixo, fico claro que essa banda tem tudo para despontar no cenário mundial.

Com um intervalo de 30 min estava tudo pronto para o que seria o ápice da noite.

Uma rápida introdução chamada Menuett a banda Andre Matos sobe ao palco detonando com a nova e avassaladora Letting Go, a banda se mostra bastante entrosada, Andre mostra que sua voz está longe de perder o brilho que o revelou como o melhor cantor nacional e um dos melhores do mundo. Clássicos do Shaaman não poderiam ficar de fora, então ele nos presenteia com Distant Thunder, me senti como se estivesse assistindo ao Ritualive, uma performance impecável, então ele anuncia aquela que foi a primeira musica a ser apresentada para os fãs, RIO, com um carisma enorme Hugo inicia um riff simples, mas que não sai da cabeça de quem ouve, a musica em si é uma pedrada atrás da orelha, a parte final da musica esta a lá Thrash Metal. Os fãs do Angra tiveram um presente e tanto, Angels Cry foi apresentada com muito filling. A próxima seria um clássico do metal nacional, Living for the Night foi iniciada no som mecânico com Andre detonando nos vocais, depois a banda entrou roubando a cena, um momento muito emocionante, ao final desta, fica no palco apenas Andre Zazá Herandes para o seu memorável solo de guitarra, demonstrando muita técnica e simpatia. A Banda volta ao palco para mais quatro antes do bis, Crazy Me?, Nothing to Say, Fairy Tale e Lisbon.   No final de Lisbon, uma surpresa aguardava Hugo, ovos e farinha, o publico saldou Hugo.Eloy volta ao palco para mostrar que não é apenas mais um baterista, mas sim o novo baterista do Andre Matos, novo em dois aspectos, com apenas 16 anos ele veio substituir o gigante Raphael Rosa, que gravou Time to be Free. Com varias mudanças de ritmo, o solo foi crescendo com o publico respondendo de boca aberta, ele até encarou um samba, normalmente o publico não gosta de solos de bateria, mas esse tirou o fôlego de muita gente, inclusive de mim. Então a banda volta ao palco para o primeiro bis, com um doa maiores clássicos do Angra, Wings of Reality, apresentanda em grande estilo, com algumas falhas na guitarra do Andre Hernandes, mas mesmo assim não tirou o brilho dessa linda musica. Andre prometeu e cumpriu, com o que tinha dito da ultima vez em que esteve em Porto Alegre, Carry On, a musica mais esperada da noite, os fãs foram ao delírio. Então ele anuncia que irá tocar mais uma das novas, How Long, uma musica rápida e certeira, os fãs já pensando que seria a ultima da noite, gastaram bastante energia gritando, a banda saiu do palco sem despedidas, e os fãs ficaram com uma pulga atrás da orelha,e começa a cantar o hino Riograndense como de praxe.Eis então que a banda volta ao palco e sem mais nem menos solta aquela musica mais perfeita para encerrar um show, Endeavour, no final da musica um a um vai saindo do palco até que ficam Andre e Fábio nos teclados, ESPETACULAR, sem mais palavras. A Banda se despede e promete que voltará logo aos palcos gaúchos. Uma pena que o publico não se fez presente em grande quantidade, perderam um show que vai ficar na historia de quem esteve la. 

Por Antônio

fonte: http://www.andrematossolo.com.br/

About Janus

Janus Aureus is my recently-inaugurated personal blog (written in portuguese, but with some texts in english as well). Fiore Rouge is my old (but still very active - in fact, more than Janus :P) blog (I started it back in 2005). Mentalize is a fan-made website (since 2005). if you wish to contact me for any reason, visit my blog and leave a comment OR see email above (top left) - no, my name's not Andre - actually, I'm not even a guy! LOL Long story... O Janus Aureus é meu blog pessoal - escrito em português - ainda sem muito conteúdo, pois foi começado no final de dezembro de 2011. Já o Mentalize foi aberto em 2005 e está escrito em várias línguas *rs* Privilegio o uso do inglês ali porque o pessoal estrangeiro não tem muitas informações sobre o AM. Quem quiser entrar em contato comigo por qualquer motivo, deixe um comentário nos meus blogs ou use o email que está aí em cima à esquerda (e não, eu não sou o Andre - aliás, sou mulher!).

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s