André Matos – São Caetano do Sul (18/08/2007)


Por Rafael Duarte
18/08/2007
 

É realmente louvável a atitude de algumas pessoas em quererem levar o Heavy Metal a outras cidades, como São Caetano do Sul, mas infelizmente existem tentativas realmente fracassadas em fazer a cena acontecer. O Victoria Hall recebeu, com uma hora e meia de atraso, um André Matos que não se queria deixar abalar com, segundo ele, problemas técnicos que teriam causado o transtorno, mas fez um show bem distante da qualidade do que havia apresentado no Live’n’Louder.

Não falo, é impossível exigir tal coisa, da qualidade do som. As falhas de equipamento, as guitarras que simplesmente deixaram de soar ou as microfonias competindo com os agudos do André. Refiro-me mesmo a uma empolgação, faltou a energia do outro show. Um público desanimado ouvia aos gritos do Hugo Mariutti, revoltado com a inerte platéia, que parecia reagir apenas a poucos clássicos do Angra, como “Carry On”, “Angels Cry”, “Nothing to say”, “Lisbon” e algumas músicas do Shaman.

Um solo de bateria interminável com o pequeno Eloy Casagrande, de 16 anos, mostra que o menino sabe mesmo tocar, mas torra o saco dos espectadores. O solo de guitarra, onde André Hernandes usa uma maria-chiquinha pra prender as cordas da guitarra, abafando o som e escondendo os eventuais erros é apreciado, sobretudo, por um Hugo que ainda tentava cativar o público. Os gritos de “Jesus”, direcionados para Luis Mariutti já não duram mais tanto quanto nos shows do Angra, há muito tempo. O timbre da banda no total, contando com os teclados de André e Fábio Ribeiro soaram horríveis.

Bandas realmente muito boas tocaram para um público extremamente reduzido após a apresentação do André Matos. Como se não bastasse o atraso inicial, foi preciso que as bandas passassem novamente o som e o atraso parecia infindável até que o Suprema entrasse no palco e mostrasse um Power Metal com um ótimo trabalho de back vocals femininos. A banda Seventh Seal subiu logo em seguida mostrando a qualidade do Heavy Metal do ABC paulista, mas infelizmente foram cortados pela produção, que avisou que a prefeitura estava na porta, quatro da manhã, hora de parar o rock.

O empurra empurra dos seguranças literalmente expulsando os remanescentes headbangers para a madrugada fria foi a cartada final. É difícil saber se os fãs não valorizam as bandas menores, que ainda não fazem sucesso, apesar de sua qualidade indiscutível, ou se a produção não valoriza os fãs, tratando-os apenas como pagantes. O resultado foi diversos pedidos de desculpa: André Matos pelo atraso, a banda Seventh Seal por não poderem tocar todo o repertório, a banda Koskenkorva se desculpando por nem ao menos terem conseguido subir ao palco e um membro da produção lamentando por tudo isso.

Agora temos que esperar que o show de lançamento do CD do André Matos seja mais animado, os fãs já com as suas cópias em mãos possam aprender as músicas e canções como “Letting Go”, que passaram meio despercebidas entre os clássicos do Angra e Shaman. Será que o André algum dia sairá da sombra do seu passado ou é mesmo tempo de ser livre? Melhor ainda, consultar a agenda do Seventh Seal, pra saber quando terá mais uma demonstração do que uma boa banda é capaz de fazer.

http://www.novometal.com/emacao/exibir.php?id=147

About Janus

Janus Aureus is my recently-inaugurated personal blog (written in portuguese, but with some texts in english as well). Fiore Rouge is my old (but still very active - in fact, more than Janus :P) blog (I started it back in 2005). Mentalize is a fan-made website (since 2005). if you wish to contact me for any reason, visit my blog and leave a comment OR see email above (top left) - no, my name's not Andre - actually, I'm not even a guy! LOL Long story... O Janus Aureus é meu blog pessoal - escrito em português - ainda sem muito conteúdo, pois foi começado no final de dezembro de 2011. Já o Mentalize foi aberto em 2005 e está escrito em várias línguas *rs* Privilegio o uso do inglês ali porque o pessoal estrangeiro não tem muitas informações sobre o AM. Quem quiser entrar em contato comigo por qualquer motivo, deixe um comentário nos meus blogs ou use o email que está aí em cima à esquerda (e não, eu não sou o Andre - aliás, sou mulher!).

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s